Comendo bem e barato em Veneza

Compartilhar

Em geral, a alimentação em Veneza é cara, especialmente, em restaurantes com serviço de mesa. Entretanto, há inúmeros estabelecimentos pequenos e informais que oferecem deliciosas refeições econômicas para todos os gostos. Só não espere glamour. Muitos deles não têm cardápio e disponibilizam apenas talheres, pratos e copos descartáveis. Se conseguir um balcão pra apoiar a comida ou um banquinho na calçada, já é lucro. A prática mais comum é comer sentado no meio-fio ou caminhando pelas ruas.

Assim como no restante da Itália, há muitas opções de pizzas, massas e sanduíches, mas com o toque dos ingredientes regionais, como peixes e frutos do mar. Uma ótima alternativa para provar a culinária veneziana sem gastar muito são as osterias ou bacari, pequenos bares rústicos que servem bebidas e cicchetti (petiscos), normalmente, salgados fritos, conservas e crostini. Esses últimos são aperitivos italianos muito confundidos com as bruschettas. Ambos são sanduíches abertos com coberturas diversas, mas o primeiro costuma ser feito de pão branco, como o ciabatta, e o segundo, com pão de massa fermentada com levedura natural. Entre as conservas está a sarda in saor, camadas de sardinhas alternadas com camadas de cebola regadas com vinagre e uva passa.

Al Mercà (Campo Bella Vienna, 213)
Localizado entre o Mercado e a Ponte de Rialto, o estabelecimento se limita a um balcão onde são expostos mini-sanduíches de embutidos variados e salgados fritos. Serve vinhos e cervejas também.  Não tem lugar pra sentar, mas o preço e o sabor dos produtos compensam!

Sanduíche e croquete do Al Mercà, ótima opção para um lanche perto do Mercado de Rialto

Sanduíche e croquete do Al Mercà, ótima opção para um lanche perto do Mercado de Rialto

Osteria Bancogiro (Campo San Giacometto, 122)
Também situado nas redondezas da Ponte de Rialto, esse bar e restaurante tem mesas numa agradável área externa à beira do Canal Grande. Além dos tradicionais cicchetti exibidos no balcão, há um cardápio com entradas, pratos e sobremesas a preços razoáveis. Optamos por alguns crostini variados –  salami, prosciutto (presunto cru), baccalà mantecato (patê de bacalhau) e outras iguarias venezianas de excelente qualidade.

Osteria Bancogiro, deliciosos cicchetti e uma linda vista do Grand Canal

Osteria Bancogiro, deliciosos cicchetti e uma linda vista do Grand Canal

Osteria Al Portego (Castello, 6014)
Trata-se de um minúsculo bar de tapas e restaurante com pouquíssimas mesas, que só podem ser usadas por clientes que forem pedir um prato – propriamente dito – do limitado cardápio anotado num quadro negro. São disponibilizados alguns bancos do lado de fora para quem quiser apenas beber e petiscar. O balcão é repleto de petiscos deliciosos!

Crostini variados da Osteria Al Portego

Crostini variados da Osteria Al Portego

Osteria Al Squero (Dorsoduro, 943/944)
Estabelecimento pequeno com ambiente simples que serve bebidas e cicchetti feitos com ingredientes de procedência renomada, como queijos e embutidos de Carnia, San Daniele e Sauris, comunas na região do Friuli. Há poucas mesas e alguns sofás no interior da osteria. A maioria das pessoas prefere sentar na mureta em frente ao bar, que tem uma linda vista do pôr do sol. No local, além dos petiscos, experimentamos o famoso spritz, drink meio amargo típico da região.

Osteria Al Squero, opção perfeita para o pôr do sol

Osteria Al Squero, opção perfeita para o pôr do sol

Rosticceria Gislon (Calle della Biscia, 5425)
Sem charme algum, esse estabelecimento vende pratos e petiscos bons e baratos. Entre as opções, tem crocchetta (croquete), polpetta (bolinho de carne com farelo de pão) e arancino (bolinho de arroz italiano). Tem salgado por menos de dois euros! Tudo fica pronto e exposto no balcão. Dispõe de mesas para os clientes.

Rosticceria Gislon: opções baratas e sem requinte

Rosticceria Gislon: opções baratas e sem requinte

Comentários
Compartilhar