Os encantos do Vale do Loire

Compartilhar
Vista do Castelo de Amboise, no Vale do Loire

Chatêau Royal d’Amboise, às margens do rio Loire

Famoso por seus inúmeros e magníficos castelos (châteaux), o Vale do Loire é um dos principais destinos turísticos da França. A notoriedade é merecida, pois suas paisagens naturais e arquitetônicas são realmente encantadoras. Agências de turismo oferecem tour de um dia pela região saindo de Paris, mas preferimos ficar duas noites na charmosa Amboise, cidadezinha situada às margens do rio Loire, a pouco mais de 200 quilômetros da capital francesa. Dispondo de ótima gastronomia, atmosfera agradável, hospedagem acolhedora e um dos mais notáveis castelos da região, Amboise é uma excelente base para explorar o Vale do Loire.

Capela do Castelo de Amboise, onde está o túmulo de Leonardo da Vinci

Capela do Chatêau Royal d’Amboise, onde está o túmulo de Leonardo da Vinci

Um dia é suficiente para conhecer a cidade, o Château Royal d’Amboise e o Château du Clos Lucé. O Castelo de Amboise fica no topo de uma colina bem no centro da cidade, o que garante sua imponência e uma vista maravilhosa das redondezas. Apesar de não ser muito grande, a construção, com proeminentes traços góticos e renascentistas, guarda quase mil anos de história de reis e nobres franceses. Outra peculiaridade do lugar é a linda capela externa, onde fica o túmulo de Leonardo da Vinci (1452-1519). O extenso gramado e o pequeno pomar no pátio da fortificação deixam o passeio ainda mais prazeroso. O bilhete de acesso custa 11,20 euros.

Château du Clos Lucé, onde Leonardo da Vinci viveu seus últimos anos

Château du Clos Lucé, onde Leonardo da Vinci viveu seus últimos anos

Um dos maiores artistas e intelectuais de todos os tempos, o italiano Leonardo da Vinci passou seus últimos anos de vida em Amboise, residindo no Château du Clos Lucé, que hoje abriga um museu com móveis, objetos e criações do gênio renascentista. O jardim que o inspirava e o parque com alguns de seus experimentos são atrações à parte. O valor da entrada é 15 euros na alta temporada.

Invenções de Leonardo da Vinci no Chatêau du Clos Lucé

Invenções de Leonardo da Vinci no Chatêau du Clos Lucé

Para explorar mais a região, optamos por um passeio de uma tarde oferecido pela agência de turismo Quart de Tours, em que visitamos os castelos de Chambord e Chenonceau. Alugar um veículo é a opção mais prática para conhecer os castelos, mas também é possível chegar até eles por meio do transporte público, como explica Ricardo Freire neste post.

Chatêau de Chambord, o maior castelo do Vale do Loire

Chatêau de Chambord, o maior castelo do Vale do Loire

Localizado numa imensa propriedade rural, o Castelo de Chambord é o maior e mais visitado do Vale do Loire. Como praticamente não há mobília e decoração no seu interior, o grande atrativo é sua detalhada arquitetura em estilo renascentista, com destaque para as intrigantes escadas em espiral que se entrelaçam, mas não se cruzam – cujo projeto é atribuído, sem comprovação, a Leonardo da Vinci. Outro ponto alto da visita, literalmente, é o terraço, de onde se avista o bosque, os jardins e os canais da propriedade. O bilhete custa 13 euros.

Chatêau de Chenonceu, construído sobre o rio Cher

Chatêau de Chenonceau, construído sobre o rio Cher

O Castelo das Damas, como é conhecido Chenonceau, é o mais feminino e romântico da região, justamente por ter sido construído e administrado, primordialmente, por mulheres. O elegante projeto renascentista edificado sobre as águas do rio Cher impressiona, mas seu interior mobiliado e ornamentado como se ainda fosse habitado também chama muito a atenção dos visitantes. Entretanto, o grande atrativo do castelo são seus belíssimos jardins. São cobrados 13 euros pela visita.

Aposento mobiliado no Chatêau de Chenonceau

Aposento mobiliado no Chatêau de Chenonceau

Traslado Paris-Amboise

De Paris a Amboise, fomos num trem inter-regional (Intercités) que sai da estação de Austerlitz e faz o trajeto em uma hora e quarenta minutos. Saindo da estação de Montparnasse, há trens de alta velocidade (TGV) que gastam 55 minutos até a estação de Saint-Pierre-des-Corps, onde se deve pegar um trem regional para percorrer mais 20 quilômetros até Amboise. A compra das passagens pode ser efetuada pelo site da SNCF, companhia de trens da França.

Hospedagem

Ficamos hospedados no Villa Roma, um bed and breakfast (B&B) localizado em frente à entrada do Castelo de Amboise. São poucos quartos, em cima de um restaurante italiano, onde também é servido o satisfatório café da manhã incluído na diária. Nosso quarto era espaçoso, confortável, limpo e com vista para o castelo. Um ponto negativo é que não há elevador e as escadas são muito íngremes e estreitas, o que dificultou bastante o transporte das malas até o quarto, no terceiro pavimento.

Informações práticas

Escritório de Turismo de Amboise
Endereço: Quai du Général de Gaulle – 37400
Telefone: +33 2 47 57 09 28
Site oficial

B&B Villa Roma
Endereço: 8 Place Michel Debre – 37400
Telefone: +33 6 07 50 73 66

Comentários
Compartilhar